Qual é o benefício de acompanhar a inflação no Brasil? Descubra os dados mais recentes sobre a produ

广告位火热招租中

IPCA de maio e projeções do Boletim Focus

A terça-feira (11) começa com o radar dos investidores ligados na inflação oficial do país, medida pelo IPCA, de maio. O dado vem após o Banco Central deixar claro sua preocupação com a alta dos preços, o que, inclusive, se refletiu nas projeções do Boletim Focus.

Projeções do IPCA em maio

Segundo a mediana das projeções de 34 consultorias ouvidas pelo Valor Data, o Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) deve acelerar a alta para 0,41% em maio. As estimativas variam de 0,32% a 0,46%. Os dados oficiais serão divulgados nesta às 9h, pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Em abril, o indicador teve uma alta de 0,38%.

Importância do indicador para o Banco Central

O indicador ganha ainda mais importância agora depois da mudança de rota do Banco Central. A autoridade monetária já vinha expressando sua preocupação com a força de alguns dados da economia brasileira (especialmente do mercado de trabalho), que poderiam trazer mais inflação e, com isso, exigir juros mais altos. Não à toa, o Banco Central reduziu o ritmo de cortes na taxa básica de juros na última reunião. Nela, a Selic caiu 0,25 ponto percentual, diferente dos cortes de 0,5 ponto percentual que vinham acontecendo desde agosto do ano passado. Agora, os investidores monitoram os dados não só da inflação como também da economia brasileira para tentar antecipar os próximos passos do BC.

Relatório de petróleo da Opep

Outro assunto que marca esta terça-feira (11) é o relatório de petróleo da Opep. A commodity vem registrando queda nos preços nos últimos pregões. Caso a produção mostre uma queda, isso pode fazer com que essa tendência se reverta, já que a oferta do produto diminui. Do contrário, é possível esperar novas quedas.

É importante destacar que o preço do petróleo tende a impactar a inflação. Afinal, com a commodity mais cara, outros itens também encarecem, como os combustíveis e energia.

Decisão monetária do Federal Reserve

Por fim, ainda no exterior, as atenções principais ficam por conta das expectativas em relação à próxima decisão monetária do Federal Reserve (Fed, o banco central norte-americano). O anúncio será feito amanhã (12) e a expectativa é de que os juros se mantenham no mesmo patamar. No entanto, o que o mercado aguarda com mais ansiedade são as pistas sobre o que vem por aí que podem estar contidas não só no comunicado como também na entrevista de Jerome Powell, presidente da autoridade monetária.


Por /Nathália Larghi


广告位火热招租中