Trígono Capital lança seu primeiro fundo de debêntures incentivadas: Como investir com segurança em

广告位火热招租中

Trígono Capital lança seu primeiro fundo de debêntures incentivadas

A Trígono Capital, com cerca de R$ 3 bilhões em ativos sob gestão, está lançando o Trígono Polaris Debêntures Incentivadas. Esse fundo oferece isenção de Imposto de Renda e tem como objetivo garantir retornos superiores ao IMA-B5, índice da Anbima formado por títulos públicos indexados ao IPCA, com vencimento de até cinco anos.

Características do fundo

O Trígono Polaris Debêntures Incentivadas tem como gestor Marcelo Peixoto, chefe da área de crédito privado da Trígono. A aplicação mínima é de R$ 50 e possui taxa de administração de 0,8% ao ano. Além disso, há uma taxa de performance de 20%. O prazo de resgate é D+30 e, por enquanto, o fundo está disponível apenas para clientes da plataforma BTG Digital.

Estratégia de investimento

O fundo concentra sua carteira em dívidas de controladoras de concessionárias ou sociedades de propósito específico (SPE) que sejam concessionárias de projetos maduros ou que tenham fiança do controlador. O gestor, Marcelo Peixoto, acredita que haverá um fluxo forte de recursos para os fundos de debêntures incentivadas devido às recentes restrições às emissões de certificados e letras de crédito imobiliário e do agronegócio (CRIs, CRAs, LCIs, LCAs e LIGs) impostas pelo Conselho Monetário Nacional (CMN). Ele também destaca a tributação dos fundos fechados exclusivos/restritos a partir de janeiro como fator favorável ao seu produto.

A queda gradual dos juros, a melhora nos balanços das empresas e a demanda por investimentos em infraestrutura no país são fatores adicionais que contribuem para o momento favorável das debêntures incentivadas.

Sobre a Trígono Capital

A área de crédito privado da Trígono Capital foi criada em abril de 2022.

Debêntures — Foto: GettyImages
Debêntures — Foto: GettyImages


Por /Liane Thedim


广告位火热招租中